Cuidado ao soltar foguetes




Preocupados com a possibilidade de incêndios e ferimento em pessoas, o Corpo de Bombeiros recomenda, à população, os cuidados que todos devem tomar para evitar problemas com fogos de artifícios nas comemorações de  fim de ano.

Tradicionalmente usados nas comemorações de fim de ano, os fogos de artifício podem dar brilho e beleza ao réveillon, mas podem também representar perigo para crianças e adultos que não tomarem o devido cuidado ao incrementarem suas comemorações.

Em primeiro lugar, é imprescindível localizar uma loja especializada nesses tipos de produto. Na hora da compra, é importante olhar na embalagem e verificar se os fogos têm o pré-requisito de faixa etária, pois têm certos tipos de fogos que menores de 18 anos não podem soltar. Siga as orientações do fabricante e peça mais informações na hora da compra, em caso de alguma dúvida de como proceder com fogos de artifício. É muito importante seguir as instruções das embalagens. Acidentes são comuns com pessoas que não empregam os fogos de forma correta.

Aos comerciantes, a principal orientação é não vender fogos de artifício a menores de idade desacompanhados de seus responsáveis, já que o procedimento é proibido por lei. Já aos usuários, o Corpo de Bombeiros recomenda uma leitura atenta das informações dos fabricantes dos fogos de artifício sobre procedimentos de segurança. Os danos mais comuns são dilacerações, amputações de dedos e alguma lesão auditiva ou no globo ocular. Para evitar ferimentos, é importante usar os prolongamentos e bases de lançamento que são comercializados junto com os fogos. Como se trata de um show pirotécnico, para a garantia do sucesso, é aconselhável deixar para os profissionais especializados em fogos de artifício.

As pessoas devem estar em um lugar aberto e seguro durante o réveillon. Evitar ambientes fechados e proximidades das redes de eletricidades. A distância para explodir os fogos com segurança é de 50 a 100 metros de pessoas, edificações e carros. É preciso ter um cuidado especial com as crianças.

Em caso de acidentes, o Corpo de Bombeiros recomenda que se ligue 193 (Bombeiros) ou 192 (Samu).

Além dos cuidados com os fogos de artifício, também são necessários outros cuidados: evitar a combinação explosiva de álcool e direção ajuda a diminuir os índices de acidentes de trânsito, comuns em eventos de grande porte. O cidadão deve se conscientizar que, não seguindo as orientações de segurança, ele põe em risco a vida dele e de terceiros.

 

Em entrevista o chefe de equipe dos bombeiros voluntários de Jaraguá Do Sul , Adriano Poglia , ressaltando os cuidados a serem tomados.

Reportagem : William Fritzke